29 de junho de 2010

Tudo que é bom tem que despentear!!!


Viver Despenteada

Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie, por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade…

O mundo é louco, definitivamente louco…O que é gostoso, engorda. O que é lindo, custa caro. O sol que ilumina o teu rosto enruga. E o que é realmente bom dessa vida, despenteia…
- Fazer amor, despenteia.
- Rir às gargalhadas, despenteia.
- Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
- Tirar a roupa, despenteia.
- Beijar a pessoa amada, despenteia.
- Brincar, despenteia.
- Cantar até ficar sem ar, despenteia.
- Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível…

Então, como sempre, cada vez que nos vejamos eu vou estar com o cabelo bagunçado…, mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.

É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir.

Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável, toda arrumada por dentro e por fora, o aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença: arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça, coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique seria… é, talvez deveria seguir as instruções, mas quando vão me dar a ordem de ser feliz?

Por acaso não se dão conta que para ficar bonita eu tenho que me sentir bonita…

A pessoa mais bonita que posso ser!

O único que realmente importa é que ao me olhar no espelho, veja a mulher que devo ser.
Por isso, minha recomendação a todas as mulheres: entregue-se, coma coisas gostosas, beije, abrace, dance, apaixone-se, relaxe, viaje, pule, durma tarde, acorde cedo, corra, voe, cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável, admire a paisagem, aproveite, e acima de tudo:
Deixa a vida te despentear!!!

O pior que pode passar é que, rindo em frente ao espelho, você precise se pentear de novo.



(Autor Desconhecido)
*Texto extraído da 30!*

Lacrimosa em Setembroooo!!!


Wow! Esse show não perco, não perco, não perco! E além de tudo, vou á caráter. Já tô pensando no figurino! Já estou ensaiando as músicas. Quero estar afiadinha principalmente com a música : Alleine zu Zweit, que é linda, linda, linda!
Entre todas, esta é a que me deixa em estado de êcstase, frenêzi, devaneio...
Fiquei puta pq tiraram do youtube, poxa vida, nem é tão indescente assim, é mais insenação que vamu-vê!
Mas eu sou persistente e consegui o vídeo!
Amo a emoção que o Tilo Wolf dá à canção... A paixão, o sentimento... E a voz Anne Nurmi é linda, suave e forte.
Eu fecho os olhos quando ouço essa música, e sinto uma ventania de emoções... Como se me tirassem pra dançar no escuro, uma dança sem passo conhecidos... E me sinto tonta, envolvida na melodia, na voz, na emoção...
Acredito que deve ser essa a intenção deles. Mostrar o quanto o sexo é uma dança, sem passos... É ventania que atordoa os sentidos... É música indecifrável... Explões de sensações e sentimentos... Desordem, entrega... Nada de pensamentos... Só sentimentos...
Uiiiiiiiiiii! Tá vendo o que essa música me provoca?
Será que o Tilo olha pra mim? Ui... Kkkkkkkkkkkkkk... Sei lá, só sei que quero estar na pista pra me acabar de cantar:

"Tanz, mein Leben, tanz. Tanz mit mir, tanz mit mir
Roch einmal in den puren Rausch der nackten LiebeTanz, mein Leben, tanz. Tanz mit mir, tanz mit mir
Roch einmal in den puren Rausch der nackten Liebe"

Lacrimosa - Alleine zu Zweit

video

TRADUÇÃO
Juntos Sozinhos

No fim da verdade, no fim da luz
No fim do amor, No fim, existe você
No coração vazio, agora é parte de mim
Nada sobreviveu, Nós nos separamos silenciosamente há muito tempo atrás
E com o dia a dia de 'nós', A mentira do nosso amor cresceu
E quanto mais nós percorremos nossos caminhos juntos
tanto mais nós nos distanciamos


Sozinhos, Juntos, Nós nos esquecemos como procurar um ao outro
Hábito obscurece a visão, letargia sufoca os sentidos
Orgulho intoxica a mente, e a proximidade distancia

Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido
Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido


E quando eu olhei para ela, quando eu a experimentei
Quando eu vejo nós dois, alguma coisa sobreviveu
E se eu tivesse que encontrar forças e esperança
Se eu ainda tiver fé em nós dois
Se eu pudesse conseguir a ligação com ela
Se eu a pudesse ter uma vez mais para mim
Se pudéssemos retornar ao básico - nossas fundações
Se pudessemos nos redescobrir outra vez
Se ao menos ela quisesse, Eu faria!


Sozinhos, Juntos, Nós nos esquecemos como procurar um ao outro
Hábito obscurece a visão, letargia sufoca os sentidos
Orgulho intoxica a mente, e a proximidade distancia

Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido
Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido


Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido
Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido
Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido
Dance - minha vida - dance, Dance comigo
Dance comigo mais uma vez nesse puro êxtase de amor despido
Dance, dance, dance

Em memória e saudade...

video

24 de junho de 2010

Nick Cave & Kylie Minogue

video

(...)Mas nada a detém; ela avança, rigorosa
Em rodopios nítidos
Criando vácuos onde morrem as aves.
Seu corpo, pouco a pouco
Abre-se em pétalas...
Ei-la que vem vindo
Como uma escura rosa voltejante
Surgida de um jardim imenso em trevas.
Ela vem vindo...
Desnudai-me, aversos!
Lavai-me, chuvas!
Enxugai-me, ventos!
Alvoroçai-me, auroras nascituras!
Eis que chega de longe, como a estrela
De longe, como o tempo
A minha amada última!

Vinícius de Moraes

23 de junho de 2010

video
FOFO DMAAAAISSSS!!!





Oi gente!
Pois é... eu fiquei um tempo sem postar nada por aqui... É, eu estava meio que sem inspiração, sem saco, sem tempo... Não! Eu até tinha tempo sim... Mas é que eu me dispercei demais. Emfim, cá estou!
Mudei o nome do blog, é, mudei. Então... Eu já não estva mais nessa "energia" de magia e poesia. Mas eu ainda gosto de poesia! Porém a magia continua, mas de outro ponto de vista. Não deixarei de trtar de opiniões "mágicas", porém, não quero mais usar este espaço somente pra isto.
Ah, eu também prometi falar um pouco de cada Sabbat... Vou continuar falando, mas já perdi a continuidade da roda. Mas o próximo é... Xiiii... Foi ontem... Litha: Solstício de verão (HN) e Yule: Solstíco de inverno (HS). Até o fim de semana eu posto algo legal, mas já fica a deixa pra vc pesquisar na Web.
Bem, como estava explicando... Aos poucos estou mudando a cara do meu blog, deixando mais a minha cara "atual", postando mais sobre as minhas opiniões, sem deixar de lado nada que me propus no início. Não se agrada grego e troianos, porém, se vc gostar, sinta-se a vontade, entra e saia quando quiser. Poste sua opinião! Obrigada a quem me mandou elogios, não imaginava que mais pessoas estavam vendo meu blog e gostando, e isso foi algo que me fez desistir de dar fim nele. Hehehehehe


video



Foi procurando um vídeo tosco do rebolation pra zoar com uma amiga, que eu encontrei esse doido chamado PC Siqueira.
A tal amiga, gente boa bagarai dançou o rebolation e eu como não perco a piada fiu postar o vídeo pra ela, quando me surpreendo com outro denominado "rebolation, gente rica ... E sei lá, mais alguma coisa que não lembro! A curiosidade foi tanta que cliquei pra ver do que se tratava... A princípio, pensei que ele fosse louco, mas comecei a gostar do jeito nerd e engraçado dele falar umas verades, assumir um opinião que ninguém assume, que tem vergonha, mas lá no fundo acha o mesmo, mas não assume pq é ser "im"politicamente correto!
Já assisti quase todos, já tô enchendo o pc com videos do PC. Já faz um tempo que ele tá no circuito pop-web, pore´m, só agora e por acidente eu o "encontrei"
Mas... Se vc é do tipo que descorda de tudo, que não vê humor nas verdades babacas, não perde tempo. Eu gosto de rir de coisas toscas. Não que ele seja tosco, mas a graça do negócio é ser autêntico.
Confesso que já me tornei fã do cara, e até tô pensando seriamente em mandar uma coca-cola pra ele, já que em um dos vídeos ele comentou que não ganha nada, nem uma coca-cola... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sabe aqueles dias que o dia amanhece cinza? Não importa se faça sol, tem uma nuvem em cima de vc? E por mais que se tente melhorar o humor, pintar um sol, espantar a nuvenzinha... Não adianta! Parece que forças maiores exigem que vc sinta aquela sensação, se sinta mal, tenha uma epifânia sofrida pra se livrar na maldita nuvem.
É, hoje eu estava assim! E odeio ficar assim. Mas acho que é pra eu parar com essa mania de segurar a onda, matar tudo no peito, assumir que aguento tudo. Nem sempre aguentamos tudo... As vezes, precisamos desabar prar nos reconstituir.
E eu desabei... E vou me reconstituir.
As vezes poensamos que nossa rotina é um pesadêlo, que não é verdade o que vivemos, lidamos com situações conflitante, apenas como se fosem algo passageiro, como um sonho que acordaremos em breve. Mas não é! É a realidade e temos que enfrentá-la de qualquer forma, senão, o que vai desabar são nossas fundações.
Hoje eu me frustrei. Não admito, mas acho que já vivo nesse estado de frustração, me enganando que já superei certas coisas, há um bom tempo.
Mas não é verdade! E dói, (e doeu, tá doendo) assumir que eu não passo de uma criancinha mal resolvida, que ainda espera que o doce prometido, o brinquedo que nunca vai chegar. Mas ser adulto e ter consciência do seu estado de maturidade, consiste em assumir quando estamos negligênciando nossa crinaça interior, o que se torna mais difícil para um adulto, pq somos tão complexos e arrogantes... É mais fácil ser criança, e somos mais verdadeiros, conosco, com os outros e com o mundo.
É... Não aceitamos que as pessoas principalmente os "mais próximos" não podem nos dar o que elas são desprovidas. Eu tentei entender isso... Mas na hora... São sempre as mesmas sensações... Aí vem a tempestade, as perguntas conflitantes:
Pq eu? Pq comigo? Pq isso? Pq? pq? pq? O que foi que eu fiz?
E como uma luz, me vem a parábola da pequena chama a mente:
- A pequena chama da vela queria brilhar, mas estava debaixo do sol... Então teve permissão para encontrar seu próprio espaço e brilhar por si. Pois debaixo do sol, sua cera derreteria mais rápido. Então, ela se encontrou em meio da escuridão e se apavorou... Mas ela só podia brilhar no meio da escuridão...Ela buscava a sua luz, seu espaço para brilhar, mas isso só era possível na escuridão, e uma vez assumido esse propósito, não tem mais volta.
Então, o que tiro de lição é: Que eu sou capaz de sobreviver na escuridão e encontrar a minha luz. Na verdade, todos nós somos!
Depois de muito chorar, de saber que nunca terei respostas... Deixei de pensar no propósito sem sentido que deram á minha vida, e resolvi buscar um propósito meu, só por mim, sem me atrelar ou esperar nada de ninguém. Nada que seja reconhecimento, carinho, status, o escambau!
Assistindo ao filme "Menina de Ouro", me inspirei! Calma lá... Não me sinto a menina de ouro, mas é inevitável não fazer comparações: Assim como a personagem, eu também vim de uma cidade no meio do nada e nunca me faltou força de vontade de viver e ser tudo que quero.
Me arrependi por muitas vezes querer desistir... Pq não tinha conseguido ser ou ter tudo que sempre desejei, sonhei, almejei, não alcancei completamente meus objetivos... Como eu poderia desistir? Mas, como nada é por acaso, vejo que talvez, seja um dos principais motivos de eu ter sido mãe de uma forma estúpida... (Mais uma vez, calma aí, foi só a forma que engravidei que foi estúpida, pq meu filhote é a minha maior bênção e a melhor coisa na minha vida)... Pra eu perceber através da maternidade que não posso desistir das minhas conquistas, não posso desistir de chegar onde quero, de fazer o que quero, de mais uma vez contrariar "expectativas" contrárias.
Poxa, eu lutei pra estar aqui, contrariei as expctativas desde o ventre, superei doenças, superei traumas horríveis sem me corromper... E só pq eu não me sinto amada pelas pessoas que eu ( e muitas outras pessoas também) acredito que poderiam me amar deliberadamente, não me amam como eu gostaria, não me aceitam como eu gostaria, não me apoiam como eu gostaria, não me entendem como eu gostaria... Enfim... Eu vou desistir de acreditar em mim? Não! Nunca!
Tantas outras pessoas maravilhosas na minha vida, com tanto a me ensinar, com tanto para rir, que seja de alegria, de tristezas, de evolução... e por causa de uma 12 eu vou perder 100? Não! Nem as 100 pessoas, nem a única que vale por 1 bilhão, meu filho, eu desisto.
Deixar de amar, nunca vou conseguir... É mais forte que eu e coração é bicho indomável... Mas se não me amam, eu amarei mesmo assim. Se não faz diferença pra eles, faz diferença pra mim! Mesmo que as vezes eu me odeie por me derreter por pessoas que nem estão aí para o que sinto... Já corre nas minhas veias esse sentimento. Então... Mesmo nascendo do desamor, eu amo! Eu cada vez mais ele cresce, por todos que me cercam, pelo meu filho, pela minha vida!
E abençoad@s sejam tod@s que me magoaram, me feriaram, me enganaram, me usaram, me amaram, me ensinaram, me iludiram... Abençoad@s sejam todos, pois me moldaram além da compreenção me tornando uma pessoa melhor!
Mesmo com essa dorzinha me incomodando, sou grata por tudo! Abençoada seja minha vida, minha maternidade, meu amor, minha saúde e minha garra! Que cada vez mais eu seja capaz de me fortalecer nos momentos de crise e que nunca deixe me faltar as verdadeiras amizades, que elas se multipliquem, como flores na primavera!
Assim seja!
Blessed Be!
video